Invista na alimentação para fortalecer o organismo nos meses mais frios

26/04/2017


Hospital Alemão Oswaldo Cruz
O outono e o inverno costumam ser meses de gripes e resfriados, e o melhor jeito de evitá-los é fortalecendo o sistema imunológico. A alimentação correta, nessa hora, é a melhor aliada. E do mesmo jeito que alguns alimentos deixam o organismo mais forte e resistente, outros podem enfraquecer o sistema imunológico, como o leite e seus derivados, o excesso de sal, o excesso de álcool, os alimentos industrializados e ricos em gorduras trans, como bolos, sorvete e margarina.

"Um conjunto de fatores contribui para diminuir a imunidade do nosso corpo. Além da alimentação, o tabagismo, o sedentarismo, o sono irregular e o estresse ajudam a deixar o organismo mais frágil", explica a nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Fernanda Maluhy.

Dentre os alimentos que aumentam a imunidade, os mais indicados são as verduras, os legumes, as frutas, as castanhas e o azeite. "Esses alimentos, por possuírem vários compostos antioxidantes, irão fortificar o sistema imune, diminuindo as chances de a pessoa adquirir qualquer tipo de doença." Mas vale dizer que eles devem ser consumidos regularmente. Segundo Fernanda, não basta inseri-los na alimentação em excesso ou com mais frequência apenas em determinadas épocas do ano, mas sim o ano todo.

Além dos alimentos citados pela nutricionista, entram na lista, também:

· o alho, que contém zinco, selênio, cálcio, potássio, fósforo e vitamina C, e que ajuda a diminuir a pressão e o colesterol ruim;

· a lichia, rica em vitamina C e que possui propriedades anti-inflamatórias;

· a cebola, rica em quercetina, substância com propriedades anti-inflamatórias;

· o gengibre, que tem ação anti-inflamatória e bactericida;

· o mel, que contém substâncias que agem como antibióticos naturais, ajudando no tratamento de problemas pulmonares e de garganta;

​· o cogumelo shitake, que contém lentinana, nutriente que estimula a produção das células de defesa, além de alto teor de proteínas e fibras e baixo teor de gordura.