ABB: progresso em mercados desafiadores

20/04/2016


ABB
Destaques do primeiro trimestre

Rentabilidade e fluxo de caixa em alta devido a execução da estratégia Next Level

Pedidos de base estáveis

Pedidos totais -7% em comparação ao 1º trimestre de 2015 refletem os mercados desafiadores

Receitas -2% em volumes

Aumento da margem do EBITA Operacional 0,9 pontos percentuais acima, para 12,0%

Power Grids na margem de flutuação operacional; revisão do portfólio estratégico de Power Grids em andamento

Lucro operacional por ação +3%

Fluxo de caixa das atividades operacionais aproximadamente $200 milhões

Finanças impactadas pela conversão de moeda, devido à valorização do dólar americano

"A ABB está em um período de mudanças, de realinhamento da estrutura organizacional e está caminhando em direção a um crescimento superior. Estamos no segundo estágio do "Next Level Strategy", plano anunciado em setembro de 2015 que inclui um conjunto de ações para acelerar a transformação da empresa, o que trouxe melhorias da margem EBITDA de 0,9 ponto porcentual para 12%. A companhia está totalmente comprometida com o Brasil no longo prazo, mesmo em tempos econômicos difíceis, o foco continua sendo "Power and Productivity for a better world ". Nosso foco em energia e automação para as concessionárias, indústrias, transportes e Infraestrutura irá apoiar o desenvolvimento do Brasil a longo prazo" explica Rafael Paniagua, Presidente da ABB Brasil.

"No primeiro trimestre, melhoramos a nossa margem e aumentamos o fluxo de caixa", disse o CEO Ulrich Spiesshofer. "Nosso desempenho de pedidos de base estáveis e a relação book-to-bill de 1,17 x demonstram que o nosso foco no crescimento orgânico e a nova organização voltada para o mercado estão produzindo resultados nesse momento desafiador dos mercados".

"Nossas iniciativas estratégicas estão conduzindo a um aumento da produtividade e gestão de capital", afirmou. "Continuamos a execução rigorosa e os ajustes de capacidade como, por exemplo, em Discrete Automation and Motion, área na qual temos melhorado as margens dia a dia. Além disso, as recém-formadas divisões de Power Grids e Electrification Products começaram dentro da margem de flutuação operacional."

"A revisão do portfólio estratégico da nossa divisão de Power Grids está no caminho certo e falaremos mais sobre ele durante o Capital Markets Day, em 4 de outubro de 2016."

"Com nossa posição financeira sólida e uma organização mais enxuta, mais orientada para o mercado, a ABB está bem posicionada para a continuar atuando neste momento difícil da economia e dos mercados em que atuamos e para levar ao crescimento rentável a longo prazo", acrescentou.


Perspectivas de curto prazo

Os desenvolvimentos macroeconômicos e geopolíticos estão sinalizando um cenário complexo, com incerteza contínua. Alguns sinais macroeconômicos nos Estados Unidos permanecem positivos e o crescimento na China deve continuar, embora a um ritmo mais lento do que em 2015. O mercado continua a ser influenciado pelo modesto crescimento na Europa e as tensões geopolíticas em várias partes do mundo. Os preços do petróleo e os efeitos da conversão cambial deverão continuar a influenciar os resultados da empresa.


Sobre a ABB

A ABB (www.abb.com.br) é líder em tecnologias de energia e automação que possibilitam aos clientes da indústria, concessionárias de serviços, de infraestrutura e transporte a melhora de seu desempenho ao mesmo tempo em que reduzem o impacto ambiental. O Grupo ABB opera em cerca de 100 países, emprega em torno de 135.000 funcionários e mantém compromisso com os mais altos padrões de integridade em qualquer lugar em que faz negócios.


http://news.e.abb.com/news/75/q1-2016-results-progress-in-challenging-markets